Papernews

2ª temporada de 13 Reasons Why não será afetada pelas acusações de assédio contra Jay Asher

Empresa declarou que escritor não estava envolvido no novo ano.

A Netflix emitiu um comunicado declarando que a segunda temporada de 13 Reasons Why não será afetada pela acusações de assédio sexual que Jay Asher, autor do livro que serve de base para a série, recebeu recentemente. (via DigitalSpy)

De acordo com o serviço de streaming, Asher já não estava envolvido no segundo ano da série adolescente, portanto, isso não impactará a produção da nova temporada. Recentemente, Asher foi expulso da Sociedade dos Escritores e Ilustradores de Livros Infantis depois de ser acusado de assédio sexual.

Um porta-voz da Netflix se manifestou esclarecendo a posição da empresa. “Jay Asher não esteve envolvido na segunda temporada de 13 Reasons Why. A próxima temporada não será afetada de nenhuma maneiro por conta disso”.

Um dos motivos disso teria sido o fato de que o livro de Asher já teria sido todo adaptado no primeiro ano da série – a próxima temporada irá explorar uma narrativa que vai além da história original.

Asher, por outro lado, fez um comunicado onde declarou que, na verdade, ele teria deixado voluntariamente a Sociedade dos Escritores e Ilustradores de Livros Infantis e negou qualquer acusação. “É realmente assustador quando você sabe que as pessoas simplesmente não vão acreditar em você”, disse Asher e completou, dizendo que, na verdade, ele foi assediado. “A verdade é que eu fui assediado por essas pessoas por quase 10 anos. E eu não consegui mais lidar com isso”.

13 Reasons Why já encerrou as gravações da sua segunda temporada, mas a série ainda não definiu uma data de estreia para o novo ano.